quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

Primeiro Geoparque português

Um Geoparque é uma área com expressão territorial e limites bem definidos, que contem um número significativo de sítios de interesse geológico com particular importância, raridade ou relevância cénica/estética. Estes sítios que reportam a memória da Terra fazem parte de um conceito integrado de protecção, educação e desenvolvimento sustentável.

Um Geoparque tem como objectivos primários a preservação dos geossítios de particular importância, a divulgação do conhecimento geocientífico e dos conceitos ambientais e a promoção de uma actividade económica e o desenvolvimento sustentável através do Turismo de Natureza.

A Classificação do território como geoparque representa uma valorização do património geológico a nível internacional.

O Geopark Naturtejo da Meseta Meridional, que une os municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Nisa, Oleiros, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão, tem como objectivo valorizar os locais que agem como testemunhos-chave da História da Terra, fomentando o emprego e promovendo o desenvolvimento económico regional. O vasto património geomorfológico, geológico, paleontológico e geomineiro apresenta elementos de relevância nacional e internacional, de que são exemplos os icnofósseis de Penha Garcia, os canhões fluviais de Penha Garcia, das Portas do Ródão e de Almourão, a mina de ouro romana do Conhal do Arneiro e as morfologias graníticas da Serra da Gardunha e Monsanto.

Para além dos geossítios, o Geopark Naturtejo conta com o Parque Natural do Tejo Internacional e com áreas protegidas no âmbito da Rede Natura 2000 (sítios Gardunha, Nisa e S. Mamede) e das Important Bird Areas (Penha Garcia - Toulões e as serranias quartzíticas do Ródão), que testemunham a sua riqueza ecológica (in http://www.geoparknaturtejo.com).

Neste momento existem 49 Geoparques classificados pela UNESCO, distribuídos pela União Europeia, China, Irão e Brasil. Esta Rede promove serviços de elevada qualidade, partilhando entre os Geoparques estratégias e boas práticas comuns para a preservação ambiental e desenvolvimento turístico e o intercâmbio de conhecimentos e apoios em diversas áreas. A gestão e as actividades dos Geoparques da UNESCO regem-se pelas linhas de referência e pelos critérios definidos pela UNESCO.

Rede mundial de Geoparques (fonte: http://www.geoparknaturtejo.com/conteudos/pt/geopark.php)

Portugal está incluído nesta rede desde Julho de 2006, quando foi aprovado por unanimidade na Assembleia Geral da Comissão de coordenação da Rede Global de Geoparques da Unesco o Geoparque Naturtejo da Meseta Meridional.

Este Geoparque possui 16 geomonumentos:

- Parque Icnológico de Penha Garcia (Idanha-a-Nova);

- Portas do Almourão (Proença-a-Nova/Vila Velha de Ródão);

- Garganta epigénica de Malhada Velha (Oleiros);

- Rotas das Minas de Segura (Idanha-a-Nova);

- Miradouro geomorfólico das Corgas (Proença-a-Nova);

- “Inselberge” graníticos de Monsanto (Idanha-a-Nova);

- Escarpa de falha do Ponsul (Nisa/ Vila Velha de Ródão/C.Branco/Idanha);

- Tronco fóssil de Perais (Vila Velha de Ródão);

- Meandros do Rio Zêzere (Oleiros);

- Canhões fluviais do Erges (Idanha-a-Nova);

- Cascata das Fragas da Água d’Alta (Oleiros);

- Portas do Ródão (Nisa/ Vila Velha de Ródão);

- Morfologias graníticas de Castelo Velho (C. Branco);

- Blocos pedunculados de Arez-Alpalhão (Nisa);

- Complexo mineiro de Monforte da Beira (C. Branco);

- Mina de ouro romana do Conhal do Arneiro (Nisa).

Portas de Rodão

O significado geológico, mas também o património ecológico, a arqueologia, história e cultura fazem deste geoparque um local único e que merece ser visitado. Os seus geossitíos constituem um excelente mote para acções de educação geocientífica e ambiental assim como para a prática de percursos e de um turismo de natureza efectivamente sustentável.

Acima de tudo é o local ideal para pensarmos um pouco no valor da geodiversidade e na forma como o Homem se comporta perante ela.

Links de interesse:

http://www.geoparknaturtejo.com/conteudos/pt/introducao.php - Geoparque NaturTejo da Meseta Meridional

http://www.europeangeoparks.org/isite/home/1%2C1%2C0.asp – European geoparks network

http://www.unesco.org/science/earth/ - UNESCO

http://www.worldgeopark.org/ - Rede mundial de Geoparques


2 comentários:

Joao Soares disse...

Ora nem mais....E eu que preparei um Dossier sobre Montanhas.
Bem vindo ao BioTerra!!
Já fiz um link...na secção Terra Viva.
Um abraço

Edmundo Bolinhas disse...

Portugal tem uma geodiversidade assinalável e, felizmente, começam a ser dados no terreno os primeiros passos para a sua preservação.
No seguimento desta entrada efectuei algumas pesquisas e deparei com um projecto para a criação de um Geoparque em Arouca, bem como a sua candidatura(ver http://www.cm-arouca.pt/portal/images/stories/geoparquearouca.pdf) à Rede Europeia de Geoparques, com o apoio de uma vasta equipa de investigação (ver https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/5265/1/sa_cng.pdf).